VEREADORES PEDEM AGILIDADE NO REPARO E PAVIMENTAÇÃO DAS VIAS DO MUNICÍPIO

por Manuela Neves publicado 17/11/2021 11h35, última modificação 17/11/2021 15h55
Os parlamentares propuseram uma ação conjunta junto à Prefeitura para promover melhorias nas condições viárias em Aracruz

As chuvas que têm atingido com intensidade o município neste mês de novembro vêm causando transtorno aos moradores de bairros e comunidades de Aracruz e levaram os vereadores a pedir agilidade no reparo e conservação do sistema viário do município. Durante a 38ª Sessão Ordinária, realizada excepcionalmente na terça-feira, 16 de novembro, devido ao feriado da Proclamação da República, os parlamentares pediram que o Executivo Municipal dê atenção especial à melhoria, sobretudo, das ruas e estradas que cortam os bairros da orla e do interior do município.

Os vereadores pediram atenção especial aos bairros de Mar Azul, Praia do Sauê e Vila do Riacho, localizados na orla de Aracruz, onde muitas ruas ficaram intransitáveis devido aos alagamentos e estragos causados pela chuva. “Não têm mais ônibus passando lá devido à falta de pavimentação”, disse o vereador Roberto Rangel em referência à comunidade de Mar Azul. O mesmo problema tem sido verificado em Praia do Sauê e Vila do Riacho, cujos moradores têm sofrido com os alagamentos das vias.

Ação conjunta

O vereador Jean Pedrini fez um pedido aos colegas para que juntos promovam uma ação junto ao Poder Executivo, no sentido de que este utilize o superávit previsto para o ano que vem na contratação ou locação de equipamentos (patrulha mecanizada, patrol, carro pipa, rolo, caminhão basculante), para fazer o trabalho de reparo das vias do município até a aplicação definitiva do revsol (revestimento). “Porque a demanda é muito grande para conservação das estradas” tanto na orla como também nas comunidades rurais, justificou. Reforçando a fala do colega, a vereadora Adriana Guimarães lembrou que este é um problema histórico, “mas temos que tentar resolver com drenagem e pavimentação das ruas”.  

Ainda na questão viária, o vereador Cecéu pediu que o Executivo Municipal providencie reparo nas ciclofaixas. “Têm muitos buracos nelas, principalmente nas avenidas Florestal e Venâncio Flores. Com alta da gasolina, muita gente está utilizando bicicleta, então precisa de reparo.”  

Casa Azul

Os vereadores Alexandre Manhães, Adriana Guimarães e Marcelo Nena lembraram que nesta semana a Prefeitura vai inaugurar a Casa Azul. Como lembrou Marcelo Nena, este é o primeiro equipamento dedicado exclusivamente à saúde do homem no estado do Espírito Santo. No local serão oferecidos procedimentos, atendimento especializado e informações voltadas à saúde de homens, como de prevenção e combate ao câncer de próstata, o segundo que mais vitimiza pessoas do sexo masculino no Brasil.  

Miss Espírito Santo

Ainda no início dos trabalhos, a vereadora Adriana Guimarães pediu licença à presidência da Casa de Leis para quebrar o protocolo da Sessão Ordinária. Ela chamou ao palco a jovem Bianca Garuzi, de 13 anos, que concorreu e ficou em segundo lugar entre 21 candidatas na disputa pelo título de Miss Espírito Santo Juvenil 2021. A disputa aconteceu no dia 12 de novembro, em Vitória. “Bianca [agora] vai disputar o Miss Brasil, levando o nome do nosso município ao Mato Grosso, em fevereiro de 2022. Que você traga a faixa para o nosso município”, desejou a vereadora à candidata, que foi muito aplaudida por todos os vereadores.  

Projetos aprovados

Projeto de Lei 081/21, de autoria da vereadora Etienne Coutinho Musso: dispõe sobre denominação da rua sem saída, localizada no entroncamento com Rodovia ES-010, no Bairro Praia Formosa, que passa a ser denominada Rua Palmira Maria da Conceição.

Projeto de Lei 088/21, de autoria do vereador Roberto Rangel: dispõe sobre denominação da rua sem denominação, no entroncamento da Rua Augusto Ferreira Lamego e com a Rua Antônio Soares, localizada no Bairro Guanabara, que passa a ser denominada Rua Rômulo Girardeli.

Projeto de Resolução 005/21, de autoria da Mesa Diretora: fica prorrogado pelo prazo de 180 dias, contados a partir de 14 de novembro de 2021, a conclusão dos trabalhos da Comissão Especial, instaurada pela resolução nº 693, de 4 de maio de 2021, que tem por finalidade revisar, atualizar e modernizar a Lei Orgânica Municipal.

Projeto de Resolução 006/21, de autoria da Mesa Diretora: fica prorrogado pelo prazo de 180 dias, contados a partir de 30 de novembro de 2021, a conclusão dos trabalhos da Comissão Especial, instaurada pela resolução nº 692, de 27 de abril de 2021, que tem por finalidade estudar, elaborar e propor a Política Indigenista de Aracruz.

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.