INFRAESTRUTURA VIÁRIA FOI O ASSUNTO EM DESTAQUE NA ÚLTIMA SESSÃO ORDINÁRIA DE 2021

por Manuela Neves publicado 21/12/2021 17h44, última modificação 21/12/2021 17h44
Moradores da Praia do Sauê acompanharam a Sessão para reivindicar a pavimentação das vias da comunidade

A melhoria da pavimentação de ruas e estradas do município foi o assunto que dominou os debates da 43ª Sessão Ordinária, a última do ano de 2021. A Sessão, realizada na segunda-feira, 20, foi acompanhada presencialmente por representantes dos moradores da Praia do Sauê, que reivindicam melhorias na infraestrutura viária do distrito, ainda mais prejudicada pelas chuvas que têm atingido o município nas últimas semanas.

Durante a Sessão, os vereadores Jean Pedrini, Vilson Jaguareté, Carlito Candin, André Carlesso e Etienne Coutinho Musso parabenizaram os representantes do Sauê pela presença e mobilização. Pedrini, que é líder do governo no Legislativo Municipal, informou que o prefeito Doutor Coutinho confirmou que para o ano que vem serão contratadas duas patrulhas mecanizadas (equipadas com máquina patrol, tratores, caminhões etc.) para fazer a manutenção das vias nos bairros que não têm calçamento. Ele falou ainda sobre os entendimentos para que recursos da Fundação Renova possam ser direcionados para atender as comunidades da orla. “Não só a comunidade do Sauê, mas a de Portal de Santa Cruz, de Mar Azul, receberão todas elas o calçamento e a devida atenção.” Mas ele lembrou que a Cesan deve fazer a rede de esgoto primeiro, para depois vir o calçamento das vias. Na mesma linha, o vereador Léo Pereira disse que um de seus principais objetivos para o próximo ano será lutar pela conclusão da pavimentação de todas as vias da Vila do Riacho.  

Ainda sobre a infraestrutura viária, o vereador Cecéu lembrou que no ano que vem a atual gestão vai trabalhar com um plano orçamentário próprio e com certeza “muitos planos e projetos vão acontecer não só no Sauê e na orla, mas ainda na sede e nas áreas rurais”. Já o vereador Bibi Rossato sugeriu que, caso não haja espaço no orçamento e havendo condições fiscais, o Executivo peça financiamento para fazer as intervenções na infraestrutura viária do município. Ele propôs que sejam elaborados projetos neste sentido para que, se necessário, recursos possam ser captados e disponibilizados para obras que atendam às comunidades.

Saúde

Outro assunto em destaque na Sessão foi sobre o aumento dos casos de síndromes gripais no município. O vereador Cecéu fez um alerta aqueles que ainda não se vacinaram para que procurem as unidades de saúde para tomar a vacina, não só contra a Influenza (gripe), mas também contra a Covid-19. “As vacinas estão sendo disponibilizadas. Vamos fazer a nossa parte como população e procurar as unidades de saúde”.

Por sua vez, o vereador Marcelo Nena disse ter feito um apelo à Secretaria de Saúde para que os profissionais temporários tenham seus contratos prorrogados. Mas segundo esclarecimento da pasta, antes de tomar esta decisão será necessário chamar aqueles que foram aprovados em processo seletivo para atuar na área da saúde em Aracruz.

Projeto aprovado

Projeto de lei n.º 045/21, de autoria do Executivo Municipal: altera a lei n.º 2.866, de 15 de dezembro de 2005, cedendo parte da área de 25.300m² (vinte e cinco mil e trezentos metros quadrados), de propriedade deste município (situado na Estrada ES 10, n.º 565 – Bairro Coqueiral, Distrito de Santa Cruz), ao Instituto Chico Mendes de Biodiversidade – ICMBio. Desta forma, a área cedida à UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO, de acordo com a Lei n.º 2866, será no total de 15.722,27m² e terá como a finalidade a instalação uma base oceanográfica para desenvolvimento de atividades de ensino, que serão concretizadas mediante parcerias com órgãos governamentais e a iniciativa privada. Jean Pedrini explicou que a matéria é uma correção da dimensão da área, uma vez que parte dela é área de conservação ambiental e deverá contar com uma base do ICMBio. 

Outra matéria que seria votada na 43ª Sessão é o projeto de lei n.º 048/21, de autoria do Executivo Municipal, que trata da Lei Orçamentária para o exercício financeiro de 2022. Mas como houve pedido de inclusão de nova emenda à matéria, e que precisa passar pela análise das comissões internas da Casa de Leis, o projeto ficou para ser votado nesta quarta-feira, 22, às 14 horas, em Sessão Extraordinária.

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.