CÂMARA PROMOVE CAPACITAÇÃO PARA SERVIDORES DA SEMDS E AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE

por Manuela Neves publicado 17/11/2021 17h02, última modificação 17/11/2021 17h02
Objetivo foi auxiliar os servidores na identificação das famílias que podem receber a tarifa social da energia elétrica

Na terça-feira, 16, o plenário da Câmara de Aracruz recebeu servidores lotados na Secretaria de Desenvolvimento Social e Trabalho (Semds), os coordenadores dos Centro de Referência da Assistência Social (Cras) e os agentes comunitários de saúde para uma capacitação sobre a Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico) e a Tarifa Social da Energia Elétrica. O evento visou capacitar os servidores e agentes na identificação de pessoas e famílias que correm risco de perder os benefícios do CadÚnico, entre eles a Tarifa Social, por falta de renovação do cadastramento, bem como aquelas que têm perfil para receber o benefício, mas que estão fora da base de dados da EDP-Escelsa, concessionária da energia elétrica no Espírito Santo.   

A capacitação foi solicitada pela vereadora Adriana Guimarães e realizada em parceria com a Semds e a EDP. Sua finalidade foi ajudar os servidores municipais e os agentes de saúde a localizar e orientar as cerca de 1.500 famílias de baixa renda que correm o risco de serem descadastradas do CadÚnico por falta de atualização do cadastro, além de identificar cerca de 3 mil famílias que se encaixam nos critérios da Tarifa Social e que não sabem que têm este direito.

O CadÚnico é um instrumento de coleta de dados e informações que objetiva identificar todas as famílias de baixa renda existentes no país para fins de inclusão em programas de assistência social e redistribuição de renda. Em Aracruz, cerca de 5 mil famílias estão cadastradas no programa. Já a tarifa social oferece descontos de até 55% nas contas de energia para as famílias incluídas no CadÚnico.

Van da Boa Energia

No evento, a assessora da EDP, Aline Loureiro, informou os bairros de Aracruz e o número de família que podem receber o auxílio da tarifa social, mas se encontram fora da base de dados da EDP, além de apontar aqueles que correm o risco de perder o auxílio. Ele também informou aos servidores e agentes os canais para realizar o cadastro da Tarifa Social, para que estes possam orientar as famílias. Além disso, foram informados os critérios que permite a inclusão das famílias no auxilio da energia elétrica, como por exemplo, pertencer a comunidades indígenas ou quilombolas, entre outros.  

Com as informações passadas no evento, será mais fácil localizar os potenciais beneficiados com a Tarifa Social e orientar o percurso da Van da Boa Energia em Aracruz. A Van da Boa Energia é uma iniciativa da EDP-Escelsa que, em parceria com as prefeituras, percorre comunidades oferecendo vários serviços, entre os quais a coleta de dados para o cadastro da Tarifa Social. Segundo Adriana Guimarães, a Van da Boa Energia deve estar em Aracruz, o mais tardar, no mês de janeiro.

O evento de capacitação contou também com a presença dos vereadores Marcelo Nena, Cecéu, Jean Pedrini, Carlinhos Mathias, Carlito Candin, Roberto Rangel e Bibi Rossato.

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.